Inmetro esclarece



Em razão de notícias veiculadas recentemente, o Inmetro esclarece que o novo modelo regulatório, o qual será totalmente concluído até dezembro de 2021, tem como principal objetivo fortalecer ainda mais a qualidade e segurança dos produtos comercializados no país, sejam eles de fabricação nacional ou importados. Ao desenvolver o novo modelo, o Inmetro estará cada vez mais alinhado às melhores práticas globais de regulação e de fiscalização, facilitando, inclusive, o acesso a novos produtos e mercados.

O selo do Inmetro, que sempre foi uma referência nacional em segurança e ferramenta importante para a decisão de compra do consumidor, não deixará de existir. Pelo contrário. O novo modelo ampliará a sua cobertura dos atuais 10% para, no mínimo, 70% dos produtos certificados no Brasil atestados pela reconhecida competência do Instituto.

Da mesma forma, o selo do Inmetro será cada vez mais reconhecido como símbolo de segurança em qualquer mercado onde houver produto brasileiro comercializado. Há que se ressaltar que o selo é a prova maior de que o produto passou por todos os testes de laboratório em algum dos 2.700 organismos acreditados. Todos com a competência reconhecida pelo Inmetro.

Em relação à fiscalização, o Instituto continuará atuando, de forma cada vez mais eficiente, por meio do trabalho de vigilância de mercado realizado por sua equipe e a Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade do Inmetro (RBMQL-I). É importante ressaltar ainda, que o novo modelo contempla a não complacência com a não conformidade, por meio de severa punição, aos infratores.


Fonte: https://www.facebook.com/1616515832009284/posts/2334652313528962/

15 visualizações