3º Encontro

Gestão de Riscos

Gestão de Equipamentos

Trabalho Não Conforme

GESTÃO DE RISCOS

 

AÇÕES PARA ABORDAR RISCOS E OPORTUNIDADES: COMO POTENCIALIZAR MELHORIAS E MITIGAR IMPACTOS INDESEJÁVEIS

Saber o que é risco e saber tratá-lo é a grande novidade nos Sistemas de Gestão da Qualidade. Por isso, este tópico ainda causa muitas dúvidas entre os gestores de laboratórios e configura um dos maiores índices de não conformidades em auditorias internas e externas.

O desafio da inclusão da gestão de riscos nas normas 9001 e 17025, é adequá-la às normas da qualidade, visto que até então o tema foi exposto superficialmente como ação preventiva. Com as dúvidas dos laboratórios e ajuda do mediador buscamos uma abordagem atual, expondo ferramentas usuais para gestão dos mesmos e auxiliando na identificação e tratamento mais apropriado para cada caso.

Gestor da Qualidade do Instituto Octávio Magalhães - LACEN-MG. Na instituição, responsável pelas Norma ISO conforme apelo Sistema de Gestão da Qualidade, conforme a ABNT NBR ISO/IEC 17025, ABNT NBR ISO/IEC 17043 e ABNT NBR ISO 9001. Em abril de 2012 foi nomeado Gerente da Qualidade do LACEN, função que exerce até os dias de hoje. Auditor Líder da Rede Metrologica de Minas Gerais (RMMG), graduado em Biologia pela PUC-MG, pós-graduado em Gestão Sustentável de QMSS, Mestre em Metrologia e Qualidade pelo Mestrado Profissional em Metrologia e Qualidade do Inmetro.

GESTÃO DE EQUIPAMENTOS

 

GESTÃO DE EQUIPAMENTOS NA PRÁTICA: REDUÇÃO DE CUSTOS E DECISÕES ESTRATÉGICAS PARA SEU NEGÓCIO

Como gerenciar a grande quantidade de equipamentos que todo laboratório possui? Um bom levantamento e controle dos equipamentos podem contribuir para gestão e análise crítica dos gestores?

O laboratório deve prezar sempre pela correta calibração, registros internos e manuseio dos seus equipamentos. Além disso, reter todos os tipos de registos necessários e controlar de forma eficaz, traz grandes dúvidas aos gestores dos laboratórios, visto que são controlados em grande volume. Traremos de forma prática os desafios da gestão dos equipamentos a fim de contribuir para gestão crítica de laboratórios dos mais variados portes.

TRABALHO NÃO CONFORME

 

QUANDO UM TRABALHO NÃO CONFORME PODE SE TRANSFORMAR EM NÃO CONFORMIDADE?

Qual a diferença entre trabalho não conforme e não conformidade? Como definir as responsabilidades pela gestão do trabalho não conforme? Até que ponto ele pode ser aceito?

O trabalho não conforme pode gerar interrupção em atividades do laboratório, ocasionando perda de clientes e lucro. Além disso, definir quem é responsável pela gestão dos trabalhos não conformes pode gerar grandes impasses entre os funcionários, gerentes e alta direção.

Venha discutir conosco a melhor forma de identificar, tratar e minimizar o impacto do trabalho não conforme nos resultados do laboratório.

Empresário com mais de 25 anos de experiência em Laboratórios de Ensaios e em tratamentos de água e efluentes. Professor de Química e de graduação em diversas instituições de ensino. Consultor ambiental e gerente técnico do laboratório Phyllomedusa. Avaliador técnico e especialista pela Rede Metrologica de Minas Gerais (RMMG). Graduado em Ciências pela FACHI, Técnico em Química Industrial e Especialista em Saneamento Ambiental pelo CEFET.

Sandro Costa

Marcelo Pimenta de Amorim